reforma do setor das águas

Leia Mais: 
Como a reforma do setor das águas afeta a sua vida

«Se bem se lembram, tivemos a presença do ministro do Ambienta na AMP, onde discutimos e apresentámos propostas», designadamente a compra de Águas do Douro e Paiva ao Estado, disse Hermínio Loureiro aos autarcas, criticando Jorge Moreira da Silva por referir na quinta-feira não terem sido apresentadas sugestões.


«Este não era o caminho que desejávamos mas foi o caminho que nos foi apontado pelas decisões» tomadas pelo Governo na quinta-feira, sublinhou o autarca de Oliveira de Azeméis.


«O que verdadeiramente está por trás desta reforma é pagar agora, com juros elevadíssimos, os erros e os disparates da Águas de Portugal cometidos durante anos, mas isso não é responsabilidade dos municípios», disse, «não fomos nós que cometemos esses erros de gestão, não fomos nós que tivemos administrações das diversas empresas pagas a peso de ouro e com muitas pessoas».






«Com isto, ficamos varridos a zero sem qualquer indemnização», concluiu.