Adalberto Campos Fernandes, ex-administrador do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, vai ser o próximo ministro da Saúde, confirmou o próprio à agência Lusa. Francisca Van Dunem será a nova ministra da Justiça, apurou a TVI.

A TVI tinha avançado, a 13 de novembro, que o médico especialista e mestre em saúde pública tinha sido o escolhido por António Costa para a pasta.

A propósito do novo Governo liderado por António Costa, Adalberto Campos Fernandes disse à Lusa que foi convidado para ocupar a pasta da Saúde e que está disponível para assumir estas funções.

O médico de formação, que se destacou na presidência do Centro Hospitalar de Lisboa Norte (hospitais de Santa Maria e Pulido Valente), era apontado há muito como possível escolha de António Costa para a Saúde.

Nascido em Lisboa a 25 de setembro de 1958, Adalberto Campos Fernandes é licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Lisboa, da Universidade Clássica de Lisboa.

Após a administração do CHLN, Adalberto Campos Fernandes passou pela gestão do Hospital de Cascais (Parceria Público Privada) e presidiu à comissão executiva do SAMS (Prestação Integrada de Cuidados de Saúde).

Francisca Van Dunem, a nova ministra da Justiça, nasceu em Angola em 1955. Aos 18 anos veio para Portugal estudar Direito, onde se licenciou em 1977. Pelo meio, ainda voltou a Angola, onde lutou pela independência.
 
Em 2001, assumiu a procuradoria de Lisboa. Antes já tinha sido magistrada do Ministério Público nas comarcas de Lisboa e de Loures. 

A 12 de novembro, a TVI tinha avançado também outros quatro nomes do elenco governativo de António Costa. Assim, de acordo com o que a TVI apurou, Mário Centeno, coordenador económico do PS, deverá ser o ministro das Finanças, Manuel Caldeira Cabral vai ficar com o ministério da Economia e Maria Manuel Leitão Marques volta à política como ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.  Em entrevista á RTP, Mário Centeno já confirmou a disponibilidade para ser ministro das Finanças.

Vieira da Silva também deverá voltar à pasta que já ocupou, a da Segurança Social.

Ao todo o Governo de António Costa devera ter 16 Ministérios, um ministro-adjunto e três secretários de Estado. João Soares também é apontado como novo ministro do Governo PS.  

A lista do XXI Governo Constitucional está de momento "em análise" pelo Presidente da República, depois de António Costa ter enviado esta tarde a sua proposta de executivo, disse à Lusa fonte de Belém. Não é previsível que hoje existam mais desenvolvimentos sobre a formação do novo Executivo.


Eis o novo Governo de António Costa: