O antigo deputado do PSD José António Freire Antunes, adjunto político de Cavaco Silva entre 1988 e 1993, morreu segunda-feira, aos 61 anos, em Versalhes, França, disse à Lusa fonte ligada à família.

Mestre em relações internacionais pela Faculdade de Ciências da Comunicação da Universidade Complutense de Madrid, José Freire Antunes nasceu no Paul, no concelho da Covilhã, onde estudou até aos 17 anos, altura decidiu mudar para Lisboa.

Foi deputado na X legislatura, entre 10 de março de 2005 e 14 de outubro de 2009, e em março de 2005, pouco depois de ter sido eleito pelas listas do círculo do Porto, defendeu a realização de um referendo interno no PSD sobre as presidenciais, para escolher qual o candidato a apoiar pelo partido, ideia que levou em moção ao XVII Congresso social-democrata.

Autor de mais de vinte livros sobre a história e as relações externas de Portugal, José Freire Antunes tem inúmeros artigos publicados em diversos jornais e revistas.

José Freire Antunes recebeu a medalha de Mérito Municipal da Câmara Municipal da Covilhã, Secção Cultura, em 1999, como «reconhecimento pela relevante atividade neste domínio, prestigiando o município e o país».