Líderes tribais do leste e oeste da Líbia firmaram este sábado um acordo em Tunes para a reconciliação das duas partes do país, em conflito desde que, em 2011, triunfou a revolução contra a ditadura de Muamar Kadafi.

O documento foi assinado por representantes da cidade de Misrata, a mais importante de oeste, junto à capital, Tripoli, e responsáveis da tribo de Al Obeiat.

O acordo tem como objetivo o fim dos combates que desde maio de 2014 se registam na zona oriental de Bengasi, a segunda mais importante do país.