O presidente da Assembleia da República decidiu, com a concordância com o Presidente da República, não estar presente nas comemorações oficiais do 10 de junho em Paris, disse à Lusa fonte do gabinete de Ferro Rodrigues.

De acordo com a fonte, a ideia inicial era estarem em Paris, para as comemorações oficiais, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o primeiro-ministro, António Costa, e o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues.

No entanto, e em concordância com o Presidente da República, foi decidido que Ferro Rodrigues, a segunda figura do Estado, ficaria em território nacional, mantendo-se a participação nas cerimónias que se realizarem em Lisboa para assinalar o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.