O presidente da Comissão Europeia cessante, José Manuel Durão Barroso, manifestou esta sexta-feira o seu apoio ao aumento do salário mínimo em Portugal, à margem da entrega do Prémio europeu Helena Vaz da Silva, que decorreu na Gulbenkian.

«Sobre o salário mínimo, a minha posição é muito clara. Apoio o aumento do salário mínimo em Portugal. Só tenho pena é que por causa das condições em que o país se encontra não tivesse sido possível ir mais além no aumento desse salário mínimo», afirmou.

«Esta é sem qualquer ambiguidade a minha posição e, portanto, a posição da Comissão Europeia», frisou ainda.