O deputado do PSD Carlos Abreu Amorim acredita que o próximo candidato socialista às presidenciais pode vir a ser José Sócrates, e que o PS já começou um processo de «reabilitação» da imagem do ex-primeiro-ministro.

No programa «Política Mesmo» na TVI24, em debate com a eurodeputada Ana Gomes, e referindo-se à moção ao XX Congresso Nacional apresentada por António Costa, Amorim disse que o PS está a tentar culpabilizar «o sistema» pela crise, ilibar o Governo de Sócrates de responsabilidades e conseguir o seu candidato às próximas presidenciais.

«Aquilo que perpassa na leitura de toda a moção é a reabilitação de José Sócrates. Uma colagem nítida à explicação da crise de que a culpa é dos outros, a culpa foi de um sistema que está não se sabe bem onde. (…) Quem será o próximo candidato presidencial do Partido Socialista? Ao ler esta moção, acho que é José Sócrates. Este processo de reabilitação de José Sócrates tem de ter uma consequência e tem que ter um fim, e temo que na cegueira de querer branquear o passado, o PS acabe por fazer José Sócrates o seu candidato presidencial», disse Carlos Abreu Amorim.