TVI24

 

«É uma coisa verdadeiramente inacreditável e inaceitável escolher-se o Natal, que prejudica objetivamente as pessoas, mas prejudica-as não nos seus negócios, não nas suas atividades, mas naquilo que há de fundamental no Natal, que é a proximidade da família», afirmou Manuela Ferreira Leite, esta quinta-feira, no programa «Política Mesmo».

Sobre a privatização da TAP, a antiga ministra das Finanças e ex-líder do PSD afirmou estar «em total desacordo».

«Eu própria defendi uma posição por estar convencida que o argumento que o Governo utilizava para a privatização da TAP era um argumento que tinha fundamento», explicou. «Afinal estou a ser esclarecida que isso não é assim», sublinhou.