Constança Cunha e Sá considera que o Presidente da República tem razão no veto ao diploma do Governo sobre o aumento dos descontos para a ADSE, mas critica a maioria pelo «golpe institucional» de o enviar inalterado para a Assembleia da República.

«É um braço de ferro evidente entre o Presidente e o Governo. Se foi enviado para a AR igual, presumo que Cavaco torne a vetar», disse, na TVI24.

«O Governo decidiu não ceder uma vírgula nesta matéria. É a forma sobranceira como a maioria trata Cavaco, mas ele pôs-se a jeito», concluiu.