O antigo militante do PS, António Barreto, disse, em comentário no programa «Olhos nos Olhos» da TVI24, que não se revê neste partido socialista.

António Barreto deu como exemplo as primárias eleições primárias, que acontecem a 28 de setembro.

Para o antigo militante do PS o que está a acontecer no partido «é o maior ataque a democracia portuguesa e a verdadeira destruição dos partidos políticos».