A empresa germânica, Sono Motors, avançou com o projeto de construção de um automóvel movido a energia solar. Trata-se do Sion, um veículo totalmente elétrico e movido a energia solar, que carrega enquanto circula.

Dotado de células solares integradas na carroçaria, tem a vantagem de ser carregado pela energia solar ou através de uma tomada convencional.

O Sion possui 330 células solares, e conta com capacidade de armazenar nas suas baterias entre as 35 e as 45 kWh., o que segundo a Sono Motors, permite uma autonomia de 250 quilómetros.

Graças à tecnologia de carregamento bidirecional, o Sion pode não apenas gerar, mas também fornecer energia. Esse recurso transforma este carro numa estação de energia móvel. 

Usando uma instalação elétrica doméstica, todos os dispositivos elétricos comuns até 2,7kW podem ser alimentados pelo Sion. Já ligado a uma tomada elétrica tipo 2, o Sion pode fornecer até 7,6 kW de potência.

No seu interior o Sion conta com um sistema de filtragem de ar, onde foi integrado um musgo especial, que filtra até vinte por cento das partículas finas de poeira e tem um efeito regulador da unidade dentro do Sion. Parea além disso este sistema  não requer nenhum tipo de manutenção

Laurin Hahn, presidente-executivo da empresa já afirmou à Reuters, que  o Sion “desfruta de todas as comodidades. Tem ar condicionado, aquecimento dos bancos, um grande sistema de infoentretenimento onde podemos ligar o telefone, o que significa que se trata de um veiculo completo e muito simples”.

A Sono Motors já abriu o período de pré reserva do Sion e segundo a empresa até ao momento 6600 clientes já reservaram o seu novo automóvel, que vai chegar ao mercado a um preço de 16 mil euros, antes de impostos e com regime de aluguer de baterias. Já os interessados em comprar as baterias vão ter de investir mais 4 mil euros.