A 24.ª edição do festival Paredes de Coura só se inicia em pleno na próxima quarta-feira, com redobradas condições para os participantes, mas a partir de sábado há música de graça quando o evento “subir à vila”.

O que podemos esperar de Paredes de Coura é o que esperamos há 23 anos, que seja uma edição de sucesso, as vendas indicam isso mesmo, estão a correr muito bem, idênticas ao ano passado. Este ano fizemos algumas alterações no espaço, não para vender mais bilhetes, mas para que as pessoas tenham outra comodidade, pequenos retoques no anfiteatro precisamente para que as pessoas ganhem mais zonas de descanso”, disse à Lusa o diretor do festival, João Carvalho.

Embora o festival só arranque na quarta-feira, com Unknown Mortal Orchestra à cabeça, entre sábado e terça-feira há atuações em vários espaços de Paredes de Coura, como The Bell Rays e Pega-Monstro, no Centro Cultural, sábado, e Paraguaii e Galgo na Caixa da Música, perto da praça central, no dia seguinte.

João Carvalho salientou que “as vendas estão a correr muito bem, ao ritmo do ano passado”, constatando que a organização está “contente com o resultado até agora”.

Este ano foi triplicada a área de chuveiros, no campismo, com espelhos e até secadores de cabelo, tendo sido também triplicado o número de casas de banho, “sempre ligadas à rede de esgoto para criar outra comodidade higiénica às pessoas”.

Não me quero estar a repetir, porque já digo isto há alguns anos, mas todos os anos fazemos o mesmo, que é pegar naquilo que sentimos que está bem feito e melhorar ainda mais porque gostamos de surpreender e gostamos que as pessoas saiam daqui com vontade de voltar”, afirmou João Carvalho.

Questionado sobre se a edição do próximo ano, que marca um quarto de século do festival Paredes de Coura, vai assistir a algo especial, o organizador confirmou que “há muitas ideias” neste momento, mas sem as partilhar para não “estragar a surpresa”.

Com o arranque oficial na próxima quarta-feira, o Vodafone Paredes de Coura entra em plena capacidade no dia seguinte com os dois palcos em funcionamento, onde se vão poder ver bandas como LCD Soundsystem, Thee Oh Sees, Algiers, The Vaccines, Capitão Fausto e Portugal. The Man, entre muitos outros.