O músico norte-americano Scott Asheton, baterista fundadordos The Stooges, morreu no sábado aos 64 anos, revelou a imprensa especializada, citando o vocalista da banda, Iggy Pop. Foi aliás Iggy Pop quem anunciou a morte do amigo na página oficial da banda no Facebook.

O músico utilizou as redes sociais para revelar que Scott Asheton, baterista fundador dos Stooges, tinha morrido - sem adiantar a causa da morte -, lamentando o desaparecimento «de um grande artista», que era como um irmão, e um baterista incomparável.

Scott Asheton passou a tocar menos bateria depois de ter sofrido um problema de saúde em 2011, ano em que os Stooges andavam em digressão pela Europa - que passou por Portugal no verão desse ano.

Iggy Pop & The Stooges atuaram em Portugal em 2011 (Optimus Alive), 2006 (Vilar de Mouros) e 2005 (Super Bock Super Rock).

A história dos Stooges é feita de várias interrupções, desde que surgiram, em 1967, numa noite de «Halloween», como uma das bandas que abalou as estruturas do rock n`roll.

A banda proto-punk foi fundada por Iggy Pop, Ron Asheton, Scott Asheton e Dave Alexander, mas separou-se em 1973 ao fim de três álbuns - «The Stooges» (1969), «Fun House» (1970) e «Raw Power» (1973) - que venderam pouco, mas tiveram repercussão nas décadas seguintes.

Três décadas depois da separação, os Stoges reuniram-se em 2003 para tocar no Festival Coachella, nos Estados Unidos, mantendo-se nos anos seguintes em digressão.

Em 2013 editaram o álbum «Ready to die», no qual Scott Asheton participou.

Ron Asheton, o guitarrista fundador dos Stooges e irmão de Scott Asheton, morreu em 2009.