Os Linkin Park quebraram o silêncio sobre a morte do vocalista Chester Bennington. Através da página de Facebook, a banda partilhou, nesta segunda-feira, uma carta de homenagem ao cantor.

Os nossos corações estão partidos. As ondas de mágoa e negação ainda estão a varrer as nossas famílias, enquanto tentamos lidar com o que aconteceu."

Os elementos da banda americana agradeceram, em nome deles e da família do cantor, aos fãs por todo o apoio. A carta fala também dos "demónios" que causaram a morte do vocalista.

Estamos a tentar lembrar-nos que os demónios que te tiraram de nós sempre fizeram parte do acordo. Afinal, foi a forma como cantavas sobre esses demónios que fez com que todos se apaixonassem por ti no início. Sem medo, colocaste esses demónios à mostra e, ao fazeres isso, uniste-nos e ensinaste-nos a ser mais humanos."

Os colegas de Chester lembraram ainda o entusiasmo com que o cantor falava sobre o futuro e lamentaram a ausência do vocalista. O texto refere que a família pede que todos saibam que o cantor era o "melhor pai e marido".

Quando falávamos dos anos que tínhamos pela frente juntos, o teu entusiasmo era contagiante. A tua ausência deixa um vazio que nunca poderá ser preenchido - há uma voz divertida, ambiciosa, criativa, meiga e generosa que nos falta."

A banda criou também um site de homenagem ao cantor americano. O link foi partilhado no sábado, através do Twitter da banda.

No site, os fãs podem deixar as suas mensagens de tributo a Chester Bennington, bem como fotografias e vídeos. Além disso, a página apresenta também informações sobre suicídio, incluindo números de telefone de linhas de apoio relacionadas com suicídio, de dentro e fora dos Estados Unidos.

Recorde-se que o cantor, de 41 anos, foi encontrado morto, em casa, em Los Angeles, no dia 20 deste mês. De acordo com a agência Reuters, as autoridades confirmaram, na sexta-feira, que o vocalista dos Linkin Park cometeu suicídio por enforcamento.

Foi encontrado pendurado no quarto. Nenhuma nota (de despedida) foi encontrada”, disse, citado pela Reuters, Ed Winter, o porta-voz do médico legista do condado de Los Angeles.

Ed Winter acrescentou ainda que havia uma garrafa de álcool aberta no quarto, mas não foram encontradas drogas.

Os resultados da autópsia ainda não são conhecidos.

Entretanto, os Linkin Park cancelaram a digressão "One More Light Nort American Tour", que deveria começar no dia 27 de julho, em Mansfield, no estado de Massachusetts.