O lusodescendente Shawn Mendes foi nomeado para quatro categorias dos "Juno Awards", os prémios da indústria discográfica canadiana, anunciou a organização, nesta terça-feira.

O cantor natural de Pickering, no Ontário, está nomeado para o "Melhor Álbum do Ano", com "Handwritten", juntamente com "Purpose", de Justin Bieber, "Beauty Behind the Madness", dos The Weekdn, e " À Paridis City", de Jean Leloup.

Na categoria de "Artista do Ano", Mendes também está entre os candidatos a arrebatar o galardão, tendo como 'adversários' Justin Bieber, The Weekdn e City and Colour.

"Handwritten", de Shawn Mendes, está ainda nomeado para o "Álbum Pop do ano", ao lado de "Purpose", de Justin Bieber, "Sing It All Aways", dos Walk off the Earth, "Augusta", de Scott Helman, e "Hello", dos Hedley.

Este é o primeiro álbum de originais de Shawn Mendes, atingindo, pouco tempo após a sua edição, o primeiro lugar do Top Billboard 200, sendo o mais jovem artista a consegui-lo.

O luso-canadiano, filho de um emigrante português natural do Algarve, está nomeado também para o "Prémio Escolha dos Fãs".

O cantor vai estrear-se nos palcos portugueses, a 8 de maio, na Sala Tejo do Meo Arena, na sua digressão internacional.

Também a banda The Tenors, do luso-canadiano Remígio Pereira, estão nomeados para o "Álbum do Ano Contemporâneo Adulto", com "Under One Sky", juntamente com "Wallflower", de Diana Krall, "Refined", de Don Amero, "A Jann Arden Christmas", de Jann Arden, e "What Love Is All About", de Johnny Reid.

A gala dos Prémios Juno realiza-se no próximo dia 3 de abril, em Calgary, no oeste do Canadá, com as atuações, entre outros, de Bryan Adams, Allessia Cara, e Dean Brody.