P Diddy foi detido pelas autoridades depois de, na segunda-feira, ter atacado com um peso um preparador físico de futebol americano da UCLA (Universidade da Califórnia, em Los Angeles), que gritou com o filho Justin durante o treino.  
 
O rapper norte-americano, de 45 anos, foi acusado de agressão com arma mortífera, no caso uma “kettlebell” de ginásio (bola de ferro com pega), que atirou contra o técnico-adjunto Sal Alosi, ex-preparador físico dos Jets.
 
P Diddy, nome artístico de Sean Combs, não gostou que Sal Alosi gritasse com o seu filho durante um treino e decidiu confrontá-lo no seu gabinete.
 
O preparador físico não ficou ferido, mas P Diddy foi detido e posteriormente libertado após pagamento de caução.
“Foi um infeliz incidente para todas as partes envolvidas”, disse apenas o treinador Jim Mora em comunicado da UCLA, que remeteu mais desenvolvimentos para os tribunais.