O Hard Club no Porto recebe no próximo fim de semana a terceira edição do mercado musical «Oportosoundschock» onde é possível comprar, vender e trocar instrumentos musicais vintage e até experimentar centenas de pedais para guitarras.

«No mercado passam todo o tipo de pessoas de várias idades. Curiosos, colecionadores e músicos e por vezes aparecem surpresas como o Helder dos Clã e o Manuel Cruz dos Ornatos Violeta que estiveram a vender instrumentos na última edição», contou à Lusa João Maya, coorganizador do evento que garante novas «surpresas» para esta edição.

No Hard Club, no Mercado Ferreira Borges, estarão no corredor principal 22 bancas (já esgotadas há dois meses) com diversos artigos ligados à música ¿ sejam discos de vinil, guitarras, amplificadores, sintetizadores, microfones, gravadores ou teclados ¿ para troca ou venda.

Os valores dos artigos podem variar, com «guitarras e peças eletrónicas a custar milhares de euros» e peças que valem pela sua história e por terem, num determinado momento, «definido um rumo numa banda» ou até «o início de um disco» ou de um estilo musical.

Nas laterais haverá seis bancas dedicadas a empresas de serviços e marcas satélites da indústria musical como o Hotel da Música ou o Breyner 54 a promover o seu estúdio e até editoras como a Lovers & Lollipops.

Num palco estará a decorrer pela primeira vez o PedaleX, um evento paralelo com «centenas de pedais, alguns dos quais de marcas com lista de espera de seis meses, que podem ser experimentados» por todos os entusiastas e curiosos da guitarra.

«Estes pedais serão conectados e dispostos em várias mesas, cada uma delas munida de emulação de amplificação e de um par de headphones», explica a organização que terá guitarras disponíveis no local para quem não tiver o seu próprio instrumento.

Ao mesmo tempo decorrerão «jam sessions», uma exposição de fotografia sobre música da autoria do fotojornalista Paulo Pimenta e cinco workshops: guitarra, bateria, válvulas, câmara de eco e o «cantigas de roda» para crianças.

No primeiro ano o evento contou com dois mil visitantes, no segundo três mil e para este ano os organizadores esperam «dobrar» o número de participantes que «têm todos uma coisa em comum, o gosto pela música e pelos instrumentos musicais».

O «Oportosoundschock» decorre nos dias 07 e 08 de junho, entre as 10:00 e as 24:00 e termina com os concertos dos grupos Tha Lazy Faithful e Catacombe