logotipo tvi24

Luís Represas e João Gil lançam disco

Álbum gravado em conjunto chega às lojas a 28 de Novembro

Por: Redacção / JCS    |   2011-11-08 17:46

Luís Represas e João Gil preparam-se para lançar um disco gravado em conjunto. Intitulado simplesmente, «Luís Represas e João Gil», o álbum chega às lojas no dia 28 de Novembro.

Esta é a primeira vez que a Represas e Gil assinam um disco de originais como dupla. Os dois músicos compuseram e gravaram «Luís Represas e João» durante os últimos meses, revela o comunicado da editora EMI.

Luís Represas e João Gil voltaram também recentemente a actuar juntos em palco nos concertos dos Trovante nos coliseus de Lisboa e do Porto.

«Sisudo Amável» é o single de apresentação de um disco composto por 13 temas e que estará disponível em três versões: uma edição normal em CD, uma edição digital em MP3 e uma edição especial que inclui um DVD (com um documentário, imagens de making of do álbum e cinco vídeos).

O alinhamento de «Luís Represas e João Gil»:

1. Sisudo Amável
2. Diz-me Tudo Meu Pai
3. Rouba-Corações
4. O Lenço e a Flor
5. Quando Eu Voltar a Nascer
6. O Cheiro a Café
7. Vento Norte (Nunca Tanto Foi Tão Fundo)
8. O Essencial Invisível
9. Ave Rara de Xangai
10. Ó Meu Querido Pai Natal
11. Amor é Fogo Que Arde Sem Se Ver
12. A Canção da Fome
13. Canção do Bandido (O Zorro)

Sisudo Amável by represasegil

Partilhar
EM BAIXO: «Luís Represas e João Gil»
«Luís Represas e João Gil»

Namorada de Mick Jagger morreu por amor?
Rolling Stones cancelam concerto na Austrália
Rolling Stones cancelam concerto após morte de namorada de Jagger
L'Wren Scott foi encontrada morta no seu apartamento em Nova Iorque com um lenço à volta do pescoço
Namorada de Mick Jagger encontrada morta
L'Wren Scott tinha 49 anos e foi encontrada já sem vida no seu apartamento
EM MANCHETE
BES poderá recorrer à ajuda do Estado
A TVI sabe o banco está a ponderar um reforço de capital e uma das hipóteses serão os 6 mil milhões de euros que o Estado ainda dispõe
Ricardo Salgado paga três milhões para sair em liberdade
ESFG pede proteção contra credores