O pai de Courtney Love, a viúva do vocalista dos Nirvana, Kurt Cobain, acha que a filha «está envolvida» na morte do marido.

Vinte anos depois da morte da estrela da música por suicídio, segundo as autoridades, o sogro, que está afastado da filha há muito tempo, vem colocar a dúvida na ordem do dia.

Suicídio ou homicídio? Hank Harrison deu uma entrevista a um media, «Radaronline.com», em que afirmou não ter provas que a filha «puxou o gatilho» da arma, mas acredita que ela estará envolvida.

Conclusões retiradas após a polícia de Seattle, nos Estados Unidos, ter revelado uma nota de Cobain, onde se lia:

«Kurt Cobain aceitas Courtney Michelle Love como tua esposa mesmo que ela seja uma cabra e gaste o teu dinheiro em droga», cita o «Times».

Harrison leu nas entrelinhas que ali estava a prova de que a filha teve responsabilidades na morte de Cobain. O pai de Courtney Love também não compreende por que é que estas provas só agora foram divulgadas pela polícia, tal como novas fotos do local do crime.

A dúvida vai permanecer para Harrison. A polícia considerou não haver motivos para reabrir o inquérito à morte de Kurt Cobain e, 20 anos depois, mantém a tese de suicídio.