O organista João Vaz vai interpretar compositores portugueses, como Marcos Portugal e Carlos Seixas, no Festival Internacional Johann Sebastian Bach, que decorre até setembro, na Polónia.

No âmbito do festival polaco, o organista português dá um recital na próxima terça-feira, às 20:00 locais, na pro-Catedral de Varsóvia e, no dia seguinte, às 18:30, na Basílica-Catedral de Lowicz, afirma a Lusa.

O programa dos dois recitais é constituído pela Sonata para órgão em Ré Maior, de Marcos Portugal, e pela Sonata em Sol maior, de Carlos Seixas, além do «Discurso para órgão», de 1805, de um compositor anónimo português.

Do programa constam cinco peças de Johann Sebastian Bach, - a Fantasia e Fuga em dó menor, BWV 537, o Prelúdio Coral BWV 622, um dos mais ornamentados e de maior exigência interpretativa do compositor, além de três corais Schübler, inspirados na Cantata BWV 93 - e ainda «Cromorne en Taille», da Missa dos Conventos, de François Couperin, assim como três peças provenientes das «Meditações Religiosas», de Louis Lefébure-Wély.

O Festival Internacional de Órgão Johann Sebastian Bach decorre até 28 de setembro e do cartaz constam, entre outros, os organistas Karol Golebiowski, Corrado Cavalli, Bogdan Narloch, Eric Hallein, Olga Yefremova, Krzysztof Mariosex e Wiktor Lyjak, que se apresenta num recital com a soprano Malgorzata Urbaniak-Lehmann, assim como o violoncelista Alexandr Lysiuk e o violinista Krzysztof Jakowicz.