A 23.ª edição do festival Paredes de Coura, a primeira da história a esgotar, termina neste domingo, ao fim de quatro dias de música, cabendo a Ratatat fechar as atuações no palco principal.

Os concertos iniciam-se, como habitualmente, às 18:00, no palco secundário, com Holy Nothing, enquanto o palco principal recebe, meia hora depois, a Banda do Mar de Marcelo Camelo, Mallu Magalhães e Fred Ferreira.

A partir das 19:00, Paredes de Coura acolhe a norte-americana Natalie Prass, que lançou este ano o seu álbum de estreia, seguindo-se, no alinhamento, Woods, Sylvan Esso, Temples, Fuzz, Lykke Li e Ratatat.

Aos norte-americanos Fuzz cabe o encerramento do palco secundário, a partir das 22:20, banda na qual Ty Segall se transforma em baterista, ainda que mantenha as funções de vocalista do projeto mais virado para o rock psicadélico.

Já os Ratatat, a dupla Mike Stroud e Evan Mast, apresentam "Magnifique", quinto álbum, lançado em meados de julho.

A partir das 02:00 há The Soft Moon e, 45 minutos depois, Sascha Funke no ‘after-hours’.