O artista conhecido como Prince, falecido em abril, ajudou de forma secreta uma Organização Não Governamental em Cabul com milhares de dólares nos últimos anos, permitindo o treino de 200 escuteiros, anunciou essa ONG.

Os fundos enviados por Prince para Cabul eram recebidos por Betty Tisdale, uma norte-americana que conheceu o cantor em 2010 e que lhe relatou a sua experiência na ajuda a crianças em teatros de guerra, nomeadamente no Vietname e no Afeganistão.

Ela perguntou-me o que seria preciso para dar um impulso ao projeto de transformar um antigo edifício num centro para a formação de líderes escuteiros", recordou à agência AFP a diretora do projeto, Marnie Gustavson, relatando a conversa com Betty Tisdale.