A cantora norte-americana Lady Gaga regressa esta segunda-feira a Lisboa, para um concerto no Meo Arena que, segundo a promotora Ritmos & Blues, será «a maior produção» apresentada naquela sala de espetáculos.

O concerto faz parte da digressão «ARTPOP Ball Tour», que termina a 24 de novembro, em Paris, e que já somou cerca de 900 mil espetadores.

Lady Gaga contará com 14 bailarinos e cinco músicos num palco que se prolongará pela plateia, através de duas passadeiras, sendo que uma delas desembocará num segundo palco, onde estará um piano.

Durante o concerto, que Lady Gaga apresenta como um espetáculo de "música, moda, dança e festa", é suposto aparecer ainda um jardim insuflável.

Na atual digressão, que contou com quase oitenta concertos, a comitiva de Lady Gaga integra 144 pessoas, entre «banda, bailarinos, diretores criativos, estilistas, equipa de produção, management, técnicos e motoristas», descreve a promotora portuguesa à Lusa,

O espetáculo assenta no álbum «ARTPOP», lançado há um ano, inspirado na ideia de «pop art», de Andy Warhol, e no qual participam David Guetta, RedOne e R. Kelly.

Lady Gaga, nome artístico de Stefani Germanotta, atuou pela primeira vez em Portugal em 2010, com o álbum "The fame monster".

Este ano, Lady Gaga lançou, com o cantor Tony Bennett, o álbum "Cheek to Cheek", no qual reinterpretam «standards» de jazz, como «Anything goes», de Cole Porter,«Cheek to cheek» e «Let's face the music and dance», ambos de Irving Berlin.