O compositor Rodrigo Leão é distinguido, esta quarta-feira, pela American Society of Composers, Authors and Publishers (ASCAP), com o American Film and Television Award, divulgou a promotora do músico português.

Segundo a mesma fonte, o prémio é o «reconhecimento pela composição da banda sonora do filme «O Mordomo», do realizador norte-americano Lee Daniels».

A banda sonora valeu ao compositor uma candidatura para as nomeações aos Óscares, no final do ano passado, mas não chegou às nomeações finais.

O músico, que fez parte do grupo Sétima Legião, foi distinguido no passado dia 10 de junho, pelo Presidente da República, com o grau de Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.

Rodrigo Leão, de 50 anos, tem assinado outras bandas sonoras, nomeadamente da série televisiva de ficção «Equador» e a documental «Portugal ¿ Um Retrato Social».

O músico que também fez parte do núcleo original dos Madredeus, editou o primeiro álbum em nome próprio, «Ave Mundi Luminar», em 1993, com os Vox Ensemble.

Até à atualidade, o músico gravou cerca de uma dúzia de álbuns, incluindo a compilação «O Mundo» e o duplo CD «Songs», de canções entre 2004 e 2012.

Entre outros músicos, Rodrigo Leão colaborou já com Scott Matthew, Thiago Petit, Melingo, Rosa Passos, Adrina Calcanhotto, Ludocio Einaudi e Ryuchi Sakamoto.