A cantora brasileira Maria Bethânia, a artista que mais vende na música popular brasileira, revisita a carreira esta semana em Portugal, com dois concertos no Coliseu de Lisboa.

Os concertos estão marcados para sexta-feira e sábado e Maria Bethânia promete recuperar temas de mais de 40 anos de vida ligada à música e estrear alguns inéditos.

O momento será de celebração junto do público português, que Maria Bethânia conhece há mais de vinte anos.

Distinguida em 2008 com o Prémio Shell de Música, habitualmente atribuído a compositores, Maria Bethânia tem uma ligação afectiva com Portugal, que se estende ao repertório interpretado, que inclui canções com poemas de Fernando Pessoa.

Em «Mar de Sophia», de 2006, um dos mais recentes álbuns de originais, Maria Bethânia canta o mar a partir da poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen.

Maria Bethânia nasceu a 18 de Junho de 1946 e estreou-se em Fevereiro de 1965.

Colaborou com vários músicos relevantes da música brasileira, como Edu Lobo, Gilberto Gil, Tom Zé e o irmão Caetano Veloso e gravou mais de quatro dezenas e álbuns, entre os quais, «Alibi» (1978), «Talismã» (1980), «Âmbar» (1996), «A força que nunca seca» (1998), «Maricotinha» (2001) e «Brasileirinho» (2003).

Em 2008 lançou um álbum em parceria com a cantora cubana Omara Portuondo.