O cantor George Michael foi levado de urgência para o hospital, a semana passada, após sofrer um colapso misterioso, escreve o jornal «The Independent». Duas ambulâncias foram chamadas a casa do cantor terça-feira, às oito da manhã, por um amigo. Testemunhas garantiram que os paramédicos só saíram da casa quatro horas depois de chegarem e levaram consigo George Michael.

O serviço de ambulâncias de Londres apenas confirmou ao «The Mail» que «duas viaturas de emergência foram enviadas para assistir um paciente. Um homem que acabou por ser transportado para o hospital».

O agente do músico apenas confirmou ao jornal britânico «The Sun», que o cantor esteve no hospital para fazer exames de rotina» e disse que «não havia mais nada a acrescentar».

As notícias envolvendo George Michael e o consumo de drogas são antigas e, em anos recentes, o cantor tem tido diversos problemas de saúde. Recorde-se, por exemplo, que chegou a correu perigo de vida devido a uma pneumonia em 2011. O ano passado, o músico também foi transportado de urgência para o hospital após cair de um carro em andamento, em circunstâncias que ficaram por explicar.