O Nos Primavera Sound regressa esta quinta-feira ao Parque da Cidade do Porto com PJ Harvey, Brian Wilson e Sigur Rós entre os cabeças de cartaz.

O festival vai decorrer até sábado, 11 de junho, sendo que, este ano, beneficia do facto de sexta-feira, 10 de junho, ser feriado nacional. O bom tempo que se prevê para estes dias será um bónus para os festivaleiros.

Os passes gerais para o festival já esgotaram, sendo que metade foram vendidos para o estrangeiro, num total de 58 nacionalidades. Porém, ainda há bilhetes diários para todos os dias a 55 euros, nos locais habituais. Importa aqui acrescentar que as crianças até aos nove anos, inclusive, poderão entrar de forma gratuita sempre que acompanhados pelos pais ou tutores. 

Deixamos-lhe agora um conjunto de informações úteis sobre o festival.

A música: cartaz, horários e distribuição por palcos

Nomes como PJ Harvey ou Brian Wilson, fundador dos Beach Boys, são artistas consagrados e bem conhecidos do público. Mas há muito mais para ver e ouvir neste festival, que conta com quatro palcos: o Palco Nos - o principal, onde atuam os cabeças de cartaz, o Palco Super Bock - junto ao palco principal -, o Palco . (antigo palco ATP) e o palco Picthfork.

Outros projetos menos conhecidos ou mais recentes, como os portugueses Sensible Soccers ou as britânicas Savages, estão também em destaque no cartaz deste ano.

O melhor mesmo é ver os horários e a distribuição por palcos na imagem seguinte.

 

 

Recinto

O anfiteatro natural do Nos Primavera Sound é o parque da Cidade do Porto. O artista João Paulo Feliciano é novamente o director artístico do festival.

A entrada faz-se do lado da Estrada da Circunvalação, através do queimódromo - espaço que acolhe a Queima das Fitas do Porto.

Como já se disse, no tópico anterior, o recinto conta com quatro palcos: o Palco Nos - o principal, onde atuam os cabeças de cartaz, o Palco Super Bock - junto ao palco principal -, o Palco . (antigo palco ATP) e o palco Picthfork.

O verde é a cor dominante neste festival, onde poderá contar com várias zonas de lazer.

Na zona da restauração, onde os festivaleiros poderão repor energias, estarão alguns dos petiscos mais carismáticos da cidade invicta.

Haverá ainda um mercado que aposta na criatividade artística.

O que não pode levar

Comida. Segundo as informações que constam na página do festival, na Internet, "está expressamente proibida a entrada no recinto de todo e qualquer tipo de bens alimentares, incluindo bebidas, sejam em vasilhame de plástico ou vidro".

Transportes

Os Transportes Públicos do Porto associaram-se ao evento para garantir um acesso mais rápido ao recinto.

A STCP vai reforçar a oferta nas linhas regulares de autocarros que servem a zona envolvente do Parque da Cidade: as carreiras 200, 203, 205, 500, 501, 502, 1M.

Também haverá um serviço especial que irá fazer a ligação direta entre a Praça Cidade Salvador e a Avenida dos Aliados (no centro do Porto), com paragens intermédias ao longo do percurso, (como a Avenida da Boavista, a Praça Galiza ou a Cordoaria). Este serviço funcionará durante as madrugadas dos dias 10, 11 e 12 de Junho entre as 00h20 e as 07h00.

O Metro do Porto pode ser outra opção para chegar ao recinto. A Linha Azul funciona todos os dias entre as 06:00 e a 01:00, sendo Matosinhos Sul a estação de referência de acesso ao festival.

Primavera dos pequenitos

O festival terá um espaço preparado para os mais pequenos. Aqui, haverá uma série de atividades infantis a decorrer durante os três dias, entre as 16:00 e as 21:00.

Este espaço está equipado com uma tenda fraldário, onde os pais poderão mudar as fraldas das crianças, uma tenda garagem, onde poderão ser guardados os carrinhos dos bebés, e uma tenda cozinha onde poderão ser preparadas refeições.