Um homem francês foi detido esta segunda-feira por transportar a mulher numa mala, para conseguir entrar na União Europeia. Uma detenção insólita, já que a mulher russa podia circular livremente, por ser casada com o francês.

O homem, que viajava de comboio, chamou a atenção das autoridades por transportar uma mala muito grande. A detenção foi justificada não pela circulação ilegal, mas sim pela tentativa de fuga ao controlo fronteiriço.

O casal apanhou um comboio em Moscovo com destino a Nice, em França. A viagem foi interrompida numa estação polaca, que faz fronteira com a Bielorrússia.

Depois de interrogados, marido e mulher foram postos em liberdade.