A Volkswagen interrompeu temporariamente a produção do modelo Golf na unidade de Wolfsburgo, na Alemanha, por causa de um conflito que mantém com as empresas fornecedoras, que se recusam a enviar alguns componentes.

De acordo com o porta-voz da Volkswagen, outras fábricas alemãs vão reduzir a produção do Golf e Passat no início desta semana, enquanto os restantes modelos continuarão a ser produzidos normalmente.

A crise aberta entre a Volkswagen e os fornecedores de componentes ameaça paralisar a produção em cinco fábricas alemãs. As peças que a fabricante precisa para a produção e montagem daqueles modelos incluem as coberturas dos assentos e peças para o motor.

O conflito decorre de vários contenciosos com uma série de fornecedores, adianta a Efe.

Segundo Christian Ludwig, analista da Bankhaus Lampe, a disputa poderá significar uma perda de 40 milhões de euros por semana.