A Nissan realizou um teste de condução autónoma em vias públicas de Tóquio no Japão e mostrou em dois vídeos a tecnologia de que já dispõe para concretizar um uso real de condução sem intervenção dos condutores em 2020.

A fabricante japonesa utilizou a tecnologia ProPILOT (já presente no novo Leaf ou prevista para o Qashqai de 2018) num Infinity Q50 modificado, que permitiu o funcionamento do carro de forma autónoma em ruas e estradas desde que o condutor aciono o sistema de navegação até chegar ao seu destino.

A inteligência artificial do protótipo recorreu a 12 aparelho sonar, 12 câmaras nove radares, seis scanner laser e a um mapa de alta definição para análise de cenários complexos em tempo real – como em cruzamentos movimentados em zonas da cidade.

“O nosso protótipo ProPILOT da próxima geração concentra tecnologia que estará disponível para uma utilização real em 2020”, afirmou o vice-presidente da Nissan Takao Asami frisando que esta demonstração é mais um “exemplo do sucesso” da marca “em direção à criação de uma condução autónoma para todos“.

A primeira parte do teste da Nissan que está no topo do artigo pode ser revista em aqui e a segunda parte pode ser vista em Nissan mostra condução totalmente autónoma (parte 2: situações).