Um projeto para um carro voador apoiado pela Toyota construiu um modelo que levantou voo, mas, por enquanto, não conseguiu manter-se no ar mais do que um par de segundos.

A ideia deste grupo de trabalho é o de conceber um pequeno carro voador com um condutor que irá acender a Tocha Olímpica dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

Segundo noticia a Associated Press, a Toyota investiu 42,5 milhões de ienes (cerca de 341 mil euros) numa sartup denominada Cartivator com o objetivo de trabalhar um «projeto de um carro voador para as gerações futuras».

Nos testes realizados no sábado, o protótipo do tamanho de um carro pequeno, com quatro propulsores, baterias, sensores e bolas de basquetebol como amortecedores na base conseguiu elevar-se do chão, mas a pouco mais de um metro de altura e também não mais de um par segundos voltando para o chão com algum estrondo.

Esta foi a tentativa que está partilhada nas redes sociais.

A agência acrescenta que, após varias tentativas, os testes acabaram por ser cancelados já que uma das coberturas soltou-se da estrutura e danificou um dos propulsores. O protótipo que tem como nome de código «Sky Drive» tem como objetivo ser uma realidade em 2019.