Se fuma dentro do carro, pode estar a desvalorizar o valor do veículo em mais de 2.200 euros no caso de um dia querer vendê-lo ou trocá-lo. Esta é a principal conclusão do estudo levado a cabo pela Carbuyer junto de 6 mil consumidores: 87% dos inquiridos revelaram que não comprariam um carro que tivesse pertencido a um fumador.

Estas conclusões recolhidas junto de consumidores no Reino Unido são, aliás, corroboradas por vários especialistas, que fizeram as contas e chegaram à conclusão de que, levando em conta potenciais cheiros, nódoas e marcas de queimaduras de cigarro, o carro de um fumador frequente pode facilmente desvalorizar cerca de 2.200 euros.

Stuart Mine, editor da Carbuyer, explica as conclusões: "A nossa pesquisa demonstra que um carro de um fumador será mais difícil de vender e poderá desvalorizar alguns milhares de euros. Levando tudo isto em conta, é melhor encostar e sair do carro antes de acender o cigarro".

Já James Dower, consultor na empresa de avaliação de carros, revela que "a primeira coisa que um revendedor faz quando recebe um carro de um fumador é baixar o preço", acrescentando que há revendedores que não aceitam carros de fumadores por causa do tempo e custo para retirar os odores.

"Um carro de um fumador pode facilmente desvalorizar 2.200 euros", concretiza.