A BMW não imagina um futuro com carros sem volante ou pedais. Apesar dos avanços tecnológicos e os carros autónomos serem uma realidade cada vez mais próxima, a marca alemã quer continuar a dar a oportunidade aos condutores de assumir o comando da viatura.

"A chave para o nosso sucesso no futuro baseia-se na condução individualizada e emocionalmente ambiciosa. Também podemos dizer que, apesar de um modelo BMW poder conduzir-se de forma autónoma, ainda assim virá com um volante para que o cliente possa escolher. Não temos nenhum carro em desenvolvimento que não tenha pedais ou sem volante", explicou o porta-voz da BMW, Wieland Bruch à Carscoops.

A tradição mantém-se na BMW que não quer perder o lado humano da condução. O mesmo já não se pode dizer de outras marcas que apresentaram os projetos de futuro no Salão de Genebra, onde foi possível verificar a total entrega da máquina à estrada. Ou seja, veículos totalmente autónomos sem volante.