As hipóteses eram reduzidas, mas estavam lá. Marc Marquez sagrou-se este domingo campeão de MotoGP, o que acontece pela terceira vez na carreira. O espanhol venceu o Grande Prémio e beneficiou das quedas de Valentino Rossi e Jorge Lorenzo para se sagrar campeão na corrida caseira da Honda.

A Marquez era preciso vencer e esperar que Rossi não conseguisse melhor que o 15º lugar e Lorenzo melhor que o quinto lugar. Os dois acabaram por abandonar e entregam o título ao espanhol da Honda, quando faltam ainda três provas para a conclusão da temporada.

Foi, de resto, a quinta vitória do espanhol na temporada. O piloto de 23 anos tornou-se assim o mais jovem a vencer três títulos mundiais, cinco ao todo, se incluirmos os títulos em todas as categorias, em apenas sete anos de carreira.

Partindo da segunda posição, Márquez, passou para a frente ainda nas primeiras voltas após ter ultrapassado Jorge Lorenzo, que vinha a liderar a corrida desde os primeiros metros.

O espanhol aproveitou o superior andamento para de imediato ganhar vantagem, beneficiando da verdadeira hecatombe por parte dos pilotos da Yamaha. Primeiro foi Rossi, que caiu na Curva 10, quando era segundo. Ainda regressou à pista mas acabou por abandonar.

Depois, a quatro voltas do final e quando era segundo, foi Lorenzo a ir ao chão e, desta forma, a entregar o título a Marquez, que apenas precisou de levar a Honda até à bandeira de xadrez.

E assim foi, com o espanhol a deixar o segundo classificado, Andrea Dovizioso a cerca de 3 segundos. O pódio ficou completo com Maverick Viñales. O piloto espanhol bateu o seu companheiro de equipa, Aleix Espargaró, que alcançou em Motegi até ao momento o seu melhor resultado da época.

O Mundial de MotoGP regressa já no próximo fim de semana com a realização do GP da Austrália.