Os conselhos de administração dos grupos farmacêuticos Merck Sharp &Dohme e Schering-Plough anunciaram esta segunda-feira um acordo de fusão, pelo qual a Merck comprará o seu concorrente por 41,1 mil milhões de dólares, em acções e numerário.

Nos termos do acordo, cada accionista da Schering-Plough receberá 10,50 dólares em numerário e 0,5767 por acção da nova entidade, de que os actuais accionistas da Merck Sharp &Dohme terão 68 por cento e os da Schering-Plough 32 por cento após a transacção, indica um comunicado das duas empresas.

Após a fusão dos dois grupos, cujo volume de negócios combinado atingiu os 47 mil milhões de dólares em 2008, devendo a Merck Sharp & Dohme realizar após 2011 economias anuais de 3,5 mil milhões de dólares.

«Damos nascimento a um líder mundial sólido no sector dos cuidados de saúde, destinado a triunfar e a gerar um crescimento duradouro», adiantou o presidente da Merck Sharp & Dohme, Richard Clark.