O Secretário de Estado norte-americano, John Kerry, apelou sexta-feira à formação de uma aliança internacional para travar os jihadistas do Estado Islâmico no Iraque e na Síria e evitar a sua expansão para outros países.

«Nenhum país respeitável pode apoiar os horrores perpetrados pelo Estado islâmico e nenhum país civilizado deve iludir a sua responsabilidade em ajudar a acabar com esta enfermidade», considerou John Kerry num editorial publicado no diário «The New York Times».

John Kerry irá procurar nas próximas semanas apoio junto dos aliados europeus a uma aliança na região mais ameaçada pelos jihadistas, o Médio Oriente, e sublinhou que na batalha «há um papel para quase todos os países» dado que nem todos terão de contribuir com ajuda militar porque é necessária ajuda humanitária ou de informações.