O antigo campeão do mundo de boxe Muhammad Ali, de 72 anos, considerado por muitos como o maior pugilista de sempre, foi hospitalizado, este sábado, devido a uma pneumonia ligeira, informou a televisão norte-americana NBC.

Anteriormente conhecido como Casius Clay, Ali, que vive em Paradise Valley (Arizona) e sofre da doença de Parkinson, deu entrada numa unidade hospitalar que a família optou por não identificar, segundo indicou a NBC, citando um comunicado.

Ali foi proclamado «rei» do boxe mundial pelo Conselho Mundial (CMB) em 2012, depois de, em 2009, ter sido eleito o melhor atleta de todos os tempos por um grupo de 53 jornalistas desportivos, num inquérito organizado pelo diário alemão Bild.

O antigo pugilista, na categoria de pesados, também é considerado um símbolo da luta contra o racismo, pelo espírito rebelde e pela recusa em participar na guerra do Vietname, que lhe custou a perda do título mundial e uma ausência forçada dos ringues.