As equipas de resgate chinesas encontraram hoje o primeiro cadáver no parque industrial do sul do país atingido por um deslizamento de terras que enterrou mais de 30 edifícios num mar de lama.

Trata-se da primeira morte confirmada, enquanto 81 pessoas continuam desaparecidas, na sequência do segundo grande acidente industrial na China no espaço de quatro meses.

O desastre, ocorrido no domingo, terá sido causado pela excessiva acumulação de resíduos de construção e terra.

O desastre provocou uma rotura num gasoduto e consequente explosão, que deixou um terreno de 10 hectares coberto de escombros.