A filha do ator Robin Williams, que se suicidou esta segunda-feira, abandonou as redes sociais depois de lhe terem enviado mensagens que a jovem considerou «cruéis e despropositadas».

Zelda Williams, de 25 anos, escreveu que ia apagar as aplicações do Twitter, Tumblr e Instagram do telemóvel e que se ia «afastar durante um longo período, talvez para sempre» destas redes sociais.





A decisão foi tomada depois de pelo menos dois utilizadores lhe terem enviado imagens perturbadoras e ataques verbais, após a morte do pai.

Num dos seus últimos tweets, esta terça-feira, Williams pediu aos seguidores que denunciassem estes utilizadores da rede social Twitter. «Estou a tremer», lia-se numa das mensagens partilhadas.

Com o apoio dos seguidores que saíram em sua defesa, as contas dos utilizadores em causa foram suspensas na quarta-feira.

Já no Instagram, Williams fez um apelo aos seguidores para que não deixassem comentários de ódio sobre o suicídio do pai.

«Isto é difícil para mim, por favor respeitem as contas da minha família e dos meus amigos», escreveu.