Pelo menos três pessoas morreram esta sexta-feira na sequência de um sismo de magnitude 6,4 na escala de Richter na região de Xinjiang, no oeste da China, informaram as autoridades locais.

O abalo, que ocorreu às 09:07 (02:07 de Lisboa), a 164 quilómetros a noroeste da cidade de Hotan, teve lugar a uma profundidade de 20 quilómetros, indicou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), que monitoriza a atividade sísmica mundial, que reviu em alta a magnitude do terramoto de 6,1 para 6,4.

Pelo menos três pessoas morreram no condado de Pishan, onde foi localizado o epicentro, segundo o centro sismológico do governo regional.