Pelo menos 20 pessoas morreram nas Fiji à passagem do ciclone Winston, que arrasou, este fim de semana, aquele arquipélago do Pacífico Sul, informou hoje uma organização de ajuda humanitária.

O mais recente balanço foi facultado através de uma mensagem publicada na rede social Twitter pela divisão australiana da organização não-governamental CARE, que cita como fonte o Governo das Fiji.

Considerado o mais forte ciclone naquela região, o Winston chegou no sábado às Fiji com ventos de 230 quilómetros por hora e rajadas de 325.

A CARE estima, ainda, que mais de 800 casas tenham sido destruídas à passagem do ciclone.

A principal ilha das Fiji, Viti Levu, onde vive 75% da população, encontra-se sem abastecimento de energia elétrica e sem água.

O Governo das Fiji decretou o recolher obrigatório e o estado de desastre natural em todo o país antes da entrada do ciclone Winston no país.