Dois cidadãos venezuelanos foram acusados esta terça-feira pelo Ministério Público da Venezuela por tráfico de droga, quando tentaram viajar na Tap com 3,6 quilos de cocaína.

O voo em causa, o TP 178, fazia a ligação entre Caracas e o Porto, no dia 6 de maio último.

A ideia dos arguidos era viajar entre o Aeroporto Internacional Simón Bolívar de Maiqueita e o Aeroporto Francisco Sá Carneiro para depois continuarem viagem até Madrid.

Em comunicado, o Ministério Público venezuelano explica que "segundo a investigação, naquele dia, oficiais da Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar) encontravam-se a inspecionar a bagagem, através do raio X, quando detetaram irregularidades em quatro malas".