A popularidade de Vladimir Putin nunca foi tão grande, na Rússia. De acordo com uma sondagem VTsIOM, 90 por cento dos russos aprovam as decisões do presidente, desde o início da campanha militar contra o Estado Islâmico, na Síria.

De acordo com a Reuters, a avaliação chegou à percentagem recorde de 89.9, em outubro, batendo o mês de junho, onde 89.1 por cento da população admitiu concordar com as suas decisões.

Os números revelam uma subida em flecha, uma vez que a avaliação do presidente estava apenas nos 58.8 por cento, em 2012.
 

“Um nível tão grande de aprovação do trabalho do presidente russo está ligado, em primeiro lugar, aos incidentes na Síria, aos ataques aéreos russos aos pontos terroristas do país”, explicou a VTsIOM, em comunicado.


A campanha militar, que teve início no dia 30 de setembro, já atingiu mais de 690 alvos na Síria.

Vladimir Putin termina o terceiro mandato em 2018. A popularidade do líder da Rússia pode fazer com que seja reeleito e, caso isso aconteça, o presidente permanecerá no poder até 2024.