Pelo menos 35 pessoas desapareceram depois de um deslizamento de terras na localidade de Sanming, província chinesa de Fujian, avança hoje a agência oficial Xinhua.

O deslizamento ocorreu pelas 05:00 (21:00 de sábado em Lisboa), quando 100 mil metros cúbicos de lama e rochas se desprenderam, soterrando uma obra de uma central hidroelétrica e o seu escritório.

As equipas de resgate tentam agora localizar os desaparecidos.