O corpo da última vítima desaparecida na sequência do naufrágio do navio italiano Costa Concórdia foi encontrado esta segunda-feira, dois anos e nove meses depois. Ao que tudo indica, o cadáver deverá ser o do desaparecido empregado de mesa indiano Russel Rebello.

«O corpo do empregado de mesa indiano foi encontrado numa cabine do oitavo andar do navio», indicou o diário «La Stampa» na sua página na Internet, citando fontes locais.

O navio de luxo está a ser desmantelado em Génova e o corpo foi descoberto pelos funcionários da empresa Ship Recycling. 

Para além do funcionário indiano, 31 outras pessoas morreram durante ou depois da evacuação do navio. 

No Facebook, surgiu a reação do irmão de Russel Rebello, Kevin Rebelo, que vive em Milão: «Não tenho palavras para expressar. Apenas a minha dor, as minhas lágrimas, o meu coração a bater mais forte e o meu corpo a tremer quando dei a notícia aos meus pais. Obrigado a todos aqueles que rezaram e acreditaram que um dia ele seria encontrado». 

«Agora, vamos esperar pelo teste de DNA e pelos procedimentos para dar a Russel o seu lugar de descanso final, com honra, respeito e uma receção de herói». Na Índia, indicou ainda, desta vez citado pelo jornal britânico «The Guardian».