A Presidente da Libéria, Ellen Johnson Sirleaf, decretou um recolher obrigatório a partir de quarta-feira e colocou dois bairros sob quarentena, incluindo um na capital, Monróvia, numa tentativa de conter o surto de Ébola.

¿A partir de quarta-feira, 20 de agosto, entrará em vigor um recolher obrigatório entre as 21:00 e as 06:00 (entre as 22:00 e as 07:00 em Lisboa), declarou a Presidente da Libéria, num discurso à nação proferido na noite de terça-feira.

A Libéria é o país onde a epidemia do vírus Ébola já provocou o maior número de mortes ¿ 466 num total de 1.229 registadas ¿, de acordo com o mais recente balanço da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Hospital da Califórnia isola paciente suspeito para realizar testes

Um hospital de Sacramento, no estado norte-americano da Califórnia, anunciou, esta terça-feira, ter colocado um paciente em isolamento por apresentar sintomas semelhantes ao do Ébola.

Em comunicado, o médico Stephen Parodi, especialista em doenças infeciosas do Centro Médico Kaiser Permanente do Sul de Sacramento, explicou que os médicos do hospital estão a trabalhar com as autoridades do condado de Sacramento com vista a seguir as medidas adequadas para lidar com o caso.

O paciente foi isolado num quarto «especialmente equipado» e o pessoal de saúde que lhe prestará assistência «especialmente instruído no uso de equipamento de proteção».