O Brasil registou, em 2012, cinco mortes com arma de fogo por hora, segundo o relatório anual Mapa da Violência, que recolhe dados de três anos.

No total, mais de 42.416 pessoas perderam a vida em consequência de disparos, o pior resultado desde 1980, quando começou a ser feito o Mapa da Violência, elaborado com base no Sistema de Informação de Moralidade do Ministério da Saúde.

De acordo com o estudo, 94,5% destas mortes deveram-se a homicídios, com o restante a corresponder a acidentes com armas de fogo (284 casos), suicídio (989) e causas "indeterminadas" (1.066).