O corpo da menina de 15 anos foi encontrado seminu perto de uma linha de comboios, esta terça-feira, após a jovem ter alegadamente «humilhado» os mais velhos da aldeia onde vivia. A adolescente defendeu publicamente o pai, que foi preso pelos aldeões por suspeitas de ter furtado um trator, segundo apurou a BBC.

Mais um caso de violência sexual que tem lugar na Índia, com a polícia a suspeitar que a rapariga foi violada e torturada.

A família da rapariga disse que ela tinha cuspido para o chão, o que é considerado um ato de ofensa ao conselho da aldeia, um órgão coletivo constituído por cidadãos locais e que faz muitas vezes o papel de tribunal.

Os casos de violação e abuso contra mulheres naquele país asiático tornaram-se mediáticos em 2012, com a violação coletiva de uma estudante num autocarro. Mas, muitos casos vieram a público depois disso, com a comunidade internacional muito mais consciente do problema. Essa mediatização obrigou o Estado a tomar medidas mais fortes contra estes crimes.