Um conhecido apresentador de televisão russo anunciou, em direto, que é portador do vírus da Sida, uma revelação sem precedentes num país com uma das mais altas taxas de infeção, mas em que a doença se mantém assunto tabu.

A Rússia regista uma média de mil novos casos por mês.

Pavel Lobkov, apresentador da estação de televisão independente Dozhd e antigo formador na estação estatal, fez o anúncio durante um programa na terça-feira à noite, dia 1 de dezembro, data que se assinalou o Dia Mundial da Sida.

Trata-se da primeira figura pública russa a declarar-se portador do VIH. Segundo a AFP, o apresentador, de 48 anos, tomou conhecimento da sua doença em 2003, após realizar o teste numa clínica privada. 

Pavel Lobkov revelou que, nessa altura, viu "VIH +" escrito em letras maiúsculas e vermelhas no seu processo clínico e o médico disse-lhe que não podia continuar a ser tratado ali. 

Lobkov, que foi despedido da estação pública de televisão, NTV, em 2012, por críticas a Vladimir Putin, deu agora um grande passo ao tornar público o seu estado, um passo reconhecido pelos grupos de apoio a doentes com Sida da Rússia como muito importante. 

Pavel Lobkov agradeceu num post de Facebook o apoio e o carinho. 
 

Всем спасибо за поддержку! К сожалению не могу всем ответить.это наша и ваша борьба со средевековьем.с родоплеменным ст...

Publicado por Pavel Lobkov em  Terça-feira, 1 de Dezembro de 2015