A oposição ucraniana mantém hoje, pelo terceiro dia consecutivo, uma concentração por tempo indeterminado na praça Europa de Kiev em protesto contra a decisão do Governo de renunciar à assinatura do Acordo de Associação com a União Europeia.

Durante a noite elementos das forças antimotim utilizaram gás lacrimogéneo contra um grupo de manifestantes que atacou uma carrinha dos serviços de segurança.

A ação foi reivindicada pelo líder do partido nacionalista Sovoboda (Liberdade), Oleg Tiagnibok, que denunciou que a partir do veículo atacado, estacionado junto à praça, estavam a ser feitas escutas ilegais.